17 jul
Especial cachos: o botox capilar

Prometido, cumprido: fiz uma pequena enquete lá na fan page (já curtiu?) perguntando quem sofria com os cachos e qual era o maior problema – cuidar, fazer penteados, cortar, etc. Cada uma com seus problemas e aí eu resolvi reunir os meus e os seus dilemas numa série de posts pra gente tirar as dúvidas e compartilhar ideias, e vou começar mostrando como era o meu cabelo:

Meu cabelo antes: muito volumoso, cachos indisciplinados, quebradiço e seco nas pontas, raiz lisa, fios já sofridos por conta de tintura, alisamento (que fiz uma vez mas foi bem agressivo) e descoloração – luzes e ombré, o famoso e detestado frizz e super opaco. Ufa! Eu sempre gostei de mexer no cabelo, fazer uma química daqui, outra dali, e devo confessar que meu cabelo nunca mais foi o mesmo depois que eu comecei a usar química nele.

Aí depois que teimei e fiz o ombré percebi que as pontas descoloridas foram super castigadas, e a primeira solução que me veio à cabeça foi cortar. Fui ao salão conversar com a minha cabelereira – porque eu posso até pintar a cabeleira sozinha em casa, mas essas coisas mais sérias eu dou prioridade a palavra de um profissional – e ela me sugeriu alguns tipos de tratamento intensivo, como o de argan e outro feito com a linha Absolut Repair da L’Oreal (que eu AMO mas é bem carinho). Por fim ela me sugeriu o tal botox capilar, com a promessa de que ele reduziria o volume dos cachos e hidrataria profundamente. Era tudo o que eu queria, né? Resolvi arriscar e o resultado foi esse:

Essas fotos tirei uma semana depois do botox: o cabelo ficou muito mais macio, maleável, desembaraça fácil, o brilho é incrível, o volume está bem mais controlado e as pontas, antes quebradiças, estão super nutridas e com brilho. Eu me surpreendi bastante com o produto, e fiquei mais feliz em não acordar com a típica juba de leão e começar o ritual de ‘borrifa água com leave in daqui e dali’, rs. Foi uma grata surpresa.

Afinal, como é feito o botox capilar?

A Ana (minha cabelereira) lavou meu cabelo duas vezes com shampoo antiresíduos pra deixar o couro cabeludo bem limpo. Depois desembaraçou o cabelo com calma, mecha por mecha, e depois aplicou o produto – é da marca Lola – a partir de dois dedos de distância da raiz até às pontas. Colocou um touca térmica (essas de alumínio com bolinhas, não as que agem com energia) e deixou agir por 40 minutos. Em seguida foi feito o enxágue bem superficialmente pra tirar o excesso do produto, mas não removê-lo totalmente. Depois secou bem os fios no secador e depois passou chapinha pra selar bem o produto nos fios. E pronto: no dia seguinte eu já podia lavar os cabelos sem problemas.

Lembrando que ele reduz o volume, não alisa. Mas gostei muito do resultado e a dica da Ana é fazer de dois em dois meses e, claro, fazer a manutenção em casa, hidratando toda semana religiosamente. Paguei R$ 100 pra fazer – o Salão da Ana fica pertinho da minha casa, na Rua Professor Gabizo, quase esquina com a Haddock Lobo na Tijuca, super recomendo.

No próximo post vou falar especificamente da manutenção que faço em casa – a hidratação, dicas de produtos, etc. Mesmo nao fazendo o botox, hidratar os cachos toda semana é fundamental, viu? :)


Tags: , , ,
29
Thálassa Coutinho

Comentar